Flebologia

A Flebologia é a área da ciência médica que estuda e trata as veias.

As principais veias doentes são as famosas “varizes” e os “pequenos vasos” (derrames varicosos) que além de serem pouco estéticos, podem significar em grande parte das vezes, uma doença subjacente. Nos últimos 10 anos, houve uma grande revolução na área da Flebologia com a introdução de novos exames e tratamentos.

Para um diagóstico preciso e para a escolha das melhores técnicas para o seu tratamento é útil que o seu cirurgião realize alguns exames, como o eco-doppler colorido, a fotopletismografia, exames de transiluminação na pele, e ainda o mais moderno e sofisticado exame designado por “realidade aumentada”, um equipamento que filma e projeta em tempo real, o desenho das veias nas pernas.
Com um diagnóstico perfeito o médico poderá, então, dizer se o seu problema é apenas cosmético ou se a função venosa está comprometida.

A escolha das melhores técnicas, todas minimamente invasivas, com menor trauma, menor anestesia e menor risco ira permitir que o tratamento seja feito em ambulatório, (walk in –walk out) sem necessidade de repouso ou cuidados muito rigorosos. Tratamentos como laser endovascular, microescleroterapia, tratamentos guiados por ecografias e microcirurgias milimétricas poderão ser combinados de forma sinérgica para um melhor resultado e no sentido de minimizar efeitos colaterais.

As suas varizes ou os seus pequenos derrames podem contar um pouco da história de suas pernas, história esta que precisa ser ouvida pelo seu cirurgião para que este lhe possa oferecer as mais modernas técnicas para o tratamento.

Augusto Sampaio
Flebologista da Clínica Maxfac

Nota: O Dr. Augusto Sampaio (OMP 50.688) atua exclusivamente na área de Flebologia há 25 anos, trabalhando em dois países (Brasil e Portugal) é membro da “Union Internationale de Phlebologie”, da “Sociedade Brasileira de Flebologia” e Fellow do College of Phlebology onde faz parte do quadro de experts (Advisory Board). Realiza todos os exames não-invasivos pessoalmente aos seus pacientes para maior acurácia e está a divulgar oficialmente a “nova onda Flebológica” em Portugal.