Cirurgia Ortognática

Cirurgia para a correcção das deformidades que envolvem os ossos da face e os dentes.
Tem o objectivo de posicionar os maxilares de forma a possibilitar ao paciente uma oclusão adequada, uma face bonita (estética), boa respiração (via aérea ampla), com a articulação têmporo-mandibular saudável e com saúde periodontal.

Está indicada para casos de:

• Prognatismo – mandíbula grande e/ou maxilar pequeno;
• Retrognatismo – mandíbula pequena;
• Assimetrias – maxilares tortos;
• Atresia do maxilar – mordida cruzada posterior; maxilar estreita;
• Disfunção da ATM;
• Apnéia Obstrutiva do Sono.

A cirurgia implica a fase de preparação na qual o paciente é submetido a estudo ortodôntico e planeamento de todos os procedimentos necessários para que a cirurgia seja bem sucedida. Usualmente, recorre-se ao uso de aparelho ortodôntico fixo para colocar os dentes em posição adequada e necessária para a cirurgia.

A cirurgia é realizada através de cortes por dentro da boca que dão acesso aos ossos da face e maxilares. Em seguida, com uma micro-serra são realizadas osteotomias (cortes) nos ossos para que eles possam ser mobilizados e posicionados adequadamente. Através de medidas realizadas previamente, os ossos são colocados na posição adequada e, por fim, fixados com placas e parafusos.